Piso Laminado ou Piso Vinílico? Qual escolher?

Mesmo sendo esteticamente parecidos, e daí vem a grande confusão para quem pouco conhece ou não ouviu falar desses materiais, pisos vinílicos e pisos laminados são bastante diferentes começando pelos materiais que os compõem e até mesmo o seu uso diariamente.

O Vinílico é composto por PVC, plastificantes, cargas minerais pigmentos e aditivos, tornando esse material um produto flexível.

Acusticamente ambos possuem diferenças significativas, enquanto o piso laminado em sua maioria possui o famoso “toc-toc”, o piso vinílico obtém uma acústica e impacto bem melhor absorvidos, porém existem linhas de pisos laminados que já atuam na fabricação do mesmo com materiais que diminuem esse som, assim como, mantas que são necessárias para sua instalação que já são instaladas para compor essa diminuição.

Para manutenção são processos bem diferentes, no caso de lavagem e contato direto com água os pisos laminados necessitam ser secados imediatamente, é como se fosse um móvel de madeira e assim deve ser tratado, mas hoje no mercado já existem alguns fabricantes com diversas linhas que oferecem em sua composição uma proteção extra que é resistência a água, de qualquer forma nenhuma linha garante que o piso resista caso fique submerso a água, então se molhar o ideal é secar.

Já para o piso vinílico ele admite ser lavado sem neuras, mas nada de muitos produtos, a maioria dos produtos de limpeza pesada possuem corrosivos e podem desgastar toda capa de uso do vinílico, o ideal é apenas água e sabão neutro, mas o fabricantes desse material também não indicam que o piso fique submerso, isso pode contribuir para o descolamento de placas e réguas, e as linhas que possuem sistema de clicado os fabricante não indicam a lavagem, apenas panos úmidos ou mop com água de detergente neutro.

A instalação do piso laminado ocorre de maneira bem rápida e sem traumas, é possível instalar até 40m² de piso em um único dias, graças ao sistema de click que a grande maioria dos fabricantes já possui obras rápidas e ambientes transformados são a realidade do mercado atual.

Já o vinílico colado necessita que a que a base para recebê-lo esteja em bom estado e a mesma recebe uma preparação com massa própria para essa finalidade, tornando a base lisa e sem marcas para que não marquem a capa de uso do piso e logo após são colados as placas, réguas ou manta que são os seu formatos, já no modelo clicado a base estando em perfeito estado o sistema de click é rapidamente, excluindo o uso de cola, porém em alguns casos pode ser necessário a preparação inicial.

Em relação a textura o laminado é o que melhor se aproxima da realidade, no quesito imitar as ranhuras, nós e tons de madeira, o diferencial do laminado é a textura, como ele é feito em sua composição com madeira e difícil negar que realmente seja, já os vinílicos também possuem uma camada de uso com total aparência de madeira, porém a textura não é compatível, ambos também possuem outras aparências e texturas, como cimento queimado, mosaicos, entre outros. Mas ambos fornecem um conforto térmico em qualquer ambiente que forem instalados.

Os pisos laminados são mais indicados para áreas residenciais ou comerciais que tenham de baixo a médio tráfego, algumas linhas oferecem o uso de alto tráfego. Já os pisos vinílicos são indicados para ambientes residenciais, comerciais, corporativos, hospitalares e até industriais, por conta de seus formatos e resistência, além disso o vinílico elimina quase que totalmente o uso de perfis de transição e dilatação que são exigidos nos laminados. A garantia desses materiais são bem voláteis e dependem do tipo de ambiente a ser instalado, essa garantia pode variar de 5 a 30 dependendo fabricante, linha e padrão escolhido. Além de tudo isso, os fabricantes são totalmente voltados a projetos e produtos sustentáveis, possuem inúmeros projetos em todas as suas unidades de fabricação espalhadas pelo mundo, todos possuem inúmeros selos de empresa responsável pelo meio ambiente além de investirem cada vez mais em matérias-primas e processos de fabricação sustentáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.